Rolando Massinha

Rolando Massinha

 Para quem gosta de histórias reais de empreendedores que passaram por muitos perrengues, situações complicadas e conseguiram superar a má fase com bom humor e esperança esse é o livro certo.

 “Rolando Massinha – Uma história de vida com receitas de amor” é o livro autobiográfico de Rolando Vanucci. Na primeira parte conta desde a sua infância em Recife até o reconhecimento do negócio na Kombi de massas mais famosa do Brasil. Na segunda parte do livro, “Rolando… Receitas”, diversos amigos como os chefs Alex Atala, Henrique Fogaça, Carla Pernambuco, Carole Crema entre outros compartilham suas receitas.

 Adorei este livro!!! Quando acabou a parte da biografia fiquei perdida, porque a vontade era de saber mais e mais histórias desse empreendedor batalhador! Vale a leitura!!!

Descrição: “O herói da cozinha de rua hoje se chama Rolando Massinha. Guerreiro, batalhador, simples e, acima de tudo, um homem que, com crença e fé no que faz e no que vende, cruza uma barreira na história da comida de São Paulo. De maneira quase marginal, consegue instalar uma velha Kombi, mais um ícone de nossa cidade, fazendo uma comida italiana correta para os padrões e preços. Consegue virar uma referência e talvez um cartão postal de São Paulo e tem todo o potencial para liderar um movimento em favor do reconhecimento da comida de rua e dos benefícios que ela pode trazer – seja para nossa cultura, seja para nosso turismo, mas principalmente pela inserção social que essa cozinha propõe”. – Alex Atala

Que Seja Doce, o Livro

Que seja doce

 Vou ter que usar aquele super clichê… “acaba de sair do forno”, rsrs, o livro do programa Que seja doce do GNT. Recheado de delícias e muitas informações certamente irá encantar quem é fã ou quem é curioso dos segredos de confeitaria.

  Este é o verso do livro… nham… 🙂

que seja doce

  E aqui aquela famosa “orelinha”…

Orelha

 O livro conta também com receitas do apresentador Felipe Bronze e dos jurados Roberto Strongoli, Carole Crema e Lucas Corazza.

chefs

 E é claro que as criações dos talentosos participantes estão todas ali, tintim por tintim (ahahh, essa é velha, né?)

doce

   Antes da doçura de sua autoria é passada uma breve biografia do participante… aqui o exemplo da chef Karina Migliorini (quem conhece a professora da Escola de Confeitaria Diego Lozano? Eu conheço! Adoro 🙂 )

Karina

Essa é a verrine de musse de coco com avelã, criação de Bianca Pansani Porteiro!

doce

 E esse é o bolo de limão siciliano e lavanda da Mari Corali!

bolo

 Acho que valeu muito a pena o investimento. Só que fiquei com uma raivinha pois na loja física (Saraiva) comprei por R$68 e no site está R$54,40… mesmo com o frete sai mais em conta 😉

Informação: este não é um publipost

Como Saí do Buraco

Como Saí do Buraco

Esse livro é muito bom! Uma leitura muito leve, gostosa, daquelas que fluem e quando se vê o livro já terminou. Não são simplesmente conselhos financeiros, mas sim a história real de Vagner Menezes Pereira, o Fly 🙂 Sim, ele que é mais conhecido como artista, bailarino, coreógrafo!

Confesso que fiquei meio desconfiada… como assim o cara vai falar sobre economia, dívidas e superação? Mas fiquei tão encantada que na livraria já tinha lido umas 30 páginas e 4 horas após a compra já havia chegado ao final.

Muito mais do que dar dicas, “Como saí do buraco” fala sobre sonhos e iniciativa. É a história de um menino que saiu de uma vida muito humilde, enfrentou muitos percalços, apostou na sua veia empreendedora e, com muita alegria, se tornou um vencedor.

Vale a leitura!

Um dos trechos que mais gostei 🙂 :

“Dessa época, lembro quantas vezes ouvimos de produtores, DJs e empresários a máxima: “Vamos dar uma força para vocês. Vai ser bom pro You Can Dance se apresentar em tal lugar.” Quase sempre, ao final da apresentação, não recebíamos cachê algum, apenas a “força” dos que se diziam amigos. Logo aprendi uma frase da atriz e diretora Cacilda Becker que nunca mais deixei de usar quando alguém vinha com essa historinha: “Não me peça de graça aquilo que eu tenho pra vender.” Virou meu lema.”

A Doce Vida em Paris

Livro A Doce Vida em Paris

Nada me deixa mais feliz e endividada do que livros de gastronomia, sejam técnicos ou biografias.

Você também é rato de livraria? Desculpa, rsrs… foi mais forte do que eu dar a dica desse livro!!!

Engraçado e recheado de receitas ele conta as peripécias de David Lebovitz em Paris. Desde uma demorada reforma em seu apartamento estilo “lata de sardinha” até a descoberta de lojas preciosas para a sua alquimia na cozinha!

Vale a pena conferir!!!

Sinopse:

A DOCE VIDA EM PARIS
Autor David Lebovitz
Aventuras gastronômicas (e não gastronômicas) de um estrangeiro na Cidade Luz.

Assim como muitos de nós, David Lebovitz sonhava viver em Paris desde sua primeira visita à cidade nos anos 80. Finalmente, depois de quase duas décadas de carreira como chefe confeiteiro e autor de livros de gastronomia, incluindo 12 anos no aclamado Chez Panisse de Alice Waters, ele se mudou para a Cidade Luz para começar uma nova vida. Com apenas três malas ele chegou, com grandes expectativas, ao seu novo apartamento no animado bairro da Bastilha.

Mas logo ele descobriu que o mundo en France é bem diferente.

Desde regras sociais sem muito sentido aos mistérios que envolvem a moda masculina de sapatos, de atendentes de lojas que trabalham duro para não lhe vender ao pesadelo da burocracia de alguns serviços e das regras secretas que envolvem os pratos de queijo, esta é a história de como Lebovitz se apaixonou – e até compreendeu – está gloriosa e enlouquecedora cidade.